terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Natal

O Natal está chegando e eu ainda não encontrei o bom velhinho, o único que encontrei foi em um shopping aqui perto, mas a fila estava tão longa que achei melhor deixar passar.
O Tutu deixou de acreditar no Papai Noel, eu chorei e fiquei muito triste, mas acho que é inevitável, ainda bem que agora temos mais um bebezinho, pois além de podermos continuar com essa fantasia também vamos poder ensinar pro Tutu como é emocionante ser o Papai Noel de uma criança, como é gostoso ver uma carinha radiante recebendo um presente que apareceu milagrosamente na nossa sala, e como é bom ser generoso, pois fazemos tudo mas quem recebe o crédito é o bom velhinho.
Eu pensei que quando ele deixasse de acreditar o Natal não tivesse mais graça, mas acho que depende de nós, eu estou fazendo tudo do mesmo jeito, vou continuar com o mesmo ritual, para que essa seja a nossa tradição natalina: colocar pijamas de Natal, comer a ceia, assistir um filminho natalino todos juntos e ir para a cama, no dia seguinte acordar e olhar na árvore e abrir os presentes tomando um café da manhã bem gostoso. O ano passado eu fui pro Brasil e a tradição era outra, a mesma de quando eu era criança: comer a ceia, despistar a criançada e depois chamá-los para ver os presentes que o Papai Noel deixou, mas eles não viram, foi muito gostoso, mas eu senti falta do nosso jeito de passar o Natal, acho que senti falta de como o Natal por aqui é aconchegante e como o Ravi costuma dizer: de como o Natal faz mais sentido por aqui.
Ontem, como todo ano, o Ravi foi comprar os presentes e os escondeu para que em uma noite dessas eu embrulhe, o Tutu pediu um helicoptero, um balde de Lego e a vovó Mira vai dar um jogo de WII, que nós vamos entregar, e nós compramos um outro jogo de DS como brinde supresa, queríamos dar um monte de presentes para a coisa ficar mais animada, mas eu achei melhor darmos somente alguns bons, ao invés de dar um monte de outros que ele vai brincar por uns dias e nunca mais. A Hannah vai ganhar um tapete, daqueles que tem uma armação com brinquedinhos pendurados, pois agora ela já está começando a interagir. Eu pedi uma máquina fotográfica nova, com uma resolução decente, mas acho que vou ter que chorar um pouco mais pro meu Papai Noel. E o Ravi vai ganhar uma lembrancinha que eu não posso escrever aqui porque ele vai ler, mas posso adiantar que ele vai poder usar no "Pois É" que ele está querendo comprar. #tôvelha!
Vou sentir falta dos meus pais junto com a gente nesse fim-de-ano, mas eu queria mesmo que eles pudessem ver como é o nosso Natal...Quem sabe um dia a gente não possa fazer isso, né?!


"Espero que todos tenham um Natal cheio de amor e muita paz. Que as crianças dêem muita risada e encham o seu lar de felicidade"


Um bjo bem grande pra todos!!!


From Arthur_2

Primeiro Natal do Tutu, com 2 meses, em Rio Claro-SP

2 comentários:

Gêmeos com ascendente em Gêmeos disse...

Soraya,
Obrigada pelo comments lá no blog!
Feliz Natal para vcs também! 1o. Natal com a nova integrante, a pulguinha da mamãe!
Abraços!

Marina Quico e Alice disse...

Soraya,
Sabe que agora, vivenciando mais o atal por aqui, também estou achando que o Natal aqui faz mais sentido. Não sei bem por que, ainda, mas o espírito natalino é mais legal por aqui.
bjs
Marina