quarta-feira, 3 de junho de 2009

Ah, se minha "cacunda" falasse...

A minha dor nas costa recebeu o carinhoso apelido de cacunda, embora não seja uma corcunda eu me sinto um, com o peso da dor nas costas, mas hoje eu vou andar em direção à resolução do meu problema, marquei consulta em um quiropátrico. Eu tinha um pouco de medo, mas como a consulta em um especialista depende de dois eclipses solares, junto com um vendaval cor-de-rosa e uma reza brava eu resolvi deixar o meu medo de lado.
Dessa vez a dor me pegou de jeito, ela sempre está por aqui, mas é até aceitável, só que ultimamente tem doído cada vez mais, à ponto de me fazer ficar deitada o dia todo, já que quando estou acordada não consigo fazer nada, tudo que me exige mexer os braços é uma tortura, então eu durmo...
Ficar na vertical é como se eu tivesse carregando um saco bem grande de farinha, dormir na mesma posição por muito tempo também é complicado, então como que eu fico??? Bom, eu fico tomando remédio pra dor!
Mas eu estou botando a maior fé no Chiro, vamos ver...se ele conseguir um jeito de eu dormir já vou ficar feliz!!!
Torçam por mim!

4 comentários:

Walber disse...

Eu pergunto pro meu filho, Gabriel quer ir na cacunda? ele não tem dúvida vai logo escalando meu pescoço rsrsrs depois eu pago o pato com dor nas costas. Cacunda é um negócio sério!!!

Melhoras pra você.

Soraya Cruz Wallau disse...

hahaha. Valeu!!!

Eliane disse...

Se cuida baixinha rsrs!
Te adoro, Beijão!
Nane.

Soraya Cruz Wallau disse...

Pode deixar, Naninha!!!
Tbm te adoro!
Bjinhos