domingo, 8 de março de 2009

Esse post é um comentário ao polêmico post do Octavio, então, aí vai:
Oi Octávio, post polêmico, hein?!
Mas eu tbm vou dar a minha opinião...
Como eu já escrevi uma vez, eu não tenho religião e o principal motivo é o fato de ser regida por pessoas, seres humanos que ao se verem em uma posição de privilégio, muitas vezes abunsam e acham que tem o poder de levar as pessoas pro céu ou o inferno.
Eu prefiro ir para o inferno defendendo a minha família e qualquer pessoa, seguindo os meus próprios ideais racionais e de amor, que tenho sem pensar em religião, pois não é preciso ter um livro me dizendo para não matar para que eu não mate.
As pessoas que foram excomungadas por ajudarem a criança só ganharam, pois uma religião que não consegue enxergar o que é certo não os merece. Deus não reside em uma religião, reside dentro dos seres de bem, religião tem um monte e todas com a mesma capacidade de erro ou de acerto, punição ou perdão.
Outra coisa que queria comentar é que eu não odeio o Brasil, amo minha pátria, mas fico muito revoltada quando as pessoas julgam os que foram embora como se tivessem abandonando o navio, quando julgam o fato de termos ido embora como uma traição a pátria amada...ah, peraí! Todo mundo sabe que só a nossa boa vontade não resolve nada, tem sempre um monte de pintudão fazendo um monte de m* em cima da nossa cabeça. Então se é para nos julgar como os que abandonam o barco, digo que abandono, e nunca vou deixar de falar pro meu filho que fui embora porque tava tudo uma droga, que estava difícil ter uma vida saudável por lá. Amo o Brasil pelas possibilidades que um país lindo e enorme tem, mas não sou político e não pretendo ser, não posso fazer nada infelizmente e aos que ficam porque não podem sair ou porque não querem digo que não vou julgar se quiserem xingar ou elogiar, mas que por favor aceitem a opinião dos que estão fora ou saindo porque antes de tudo somos brasileiros exercendo o direito constitucional de liberdade de expressão e direito de ir e vir.
Adorei o seu post!
Bjo bem grande!

7 comentários:

Pai dos trigemeos disse...

Soraya,
nao imaginei que causaria tanta polemica. Poxa, so expressei o que penso e sinto...
Tentei mudar o foco com uma foto meio nonsense e tal, mas nao deu.
Tambem adorei o seu post! Acho que eh isso mesmo. Tambem nao tenho religiao ha muito tempo, mas sou batizado, crismado e casado na igreja, entao tenho que declarar que sai. Quanto ao Brasil, sinto vergonha mesmo, fazer o que?
Valeu, beijao,
Octavio

Soraya Cruz Wallau disse...

Oi Octavio, mas é isso mesmo, é difícil agradar a todos, mas o post foi ótimo!!!
Bjo bem grande!

Sandro e Família disse...

Soraya

Como escrevi no post do Octavio:

" Pior cego é o que não quer ver...porque ele enxerga, mas não assimila. Percebe, mas não crê. O que vê é o que deseja, e é sempre bom lembrar que o colírio limpa a areia mas deixa uma lágrima de lembrança."

Abração

Soraya Cruz Wallau disse...

'Verdade, Sandro! Mas opiniões diferentes vão existir e é isso q dá sentido ao blog, não é?
Sei lá
Bjão.

Anônimo disse...

É ´facil falar do direito de ir e vir, eh?? principalmente pra quem já foi e fica metedendo o pau no Brasil.... mas muitos de vcs são e sempre serão considerados i-mi-gran-tes!! é isso aí. vão embora mas parem de falar mal do país, pois o exterior não é assim a melhor coisa. O governo daí também camufla as "bad news".

Anônimo disse...

Soraya,
lendo e participando do polemico post do pai dos trigemeos cheguei ate aqui.

tem uma coisa ai que nao bate...

"[i]pois uma religião que não consegue enxergar o que é certo não os merece.[/i] "

Nao foi a religiao que nao enxergou...e sim um bispo que fez 1 declaracao infeliz .perdoa ele.

Tendo ou nao religiao, acredito que vc tenha amor no coracao.A menina ta salva, mas a agressao ficara para sempre.
Nao sou anonima mas meu email some do google..as vezes .
Marilia.

Soraya Cruz Wallau disse...

OI Marília, gostei muito da sua mensagem, eu me expressei mal, realmente, mas tudo isso não passa de opiniões, não é mesmo?
Ainda bem q as coisas estão sendo resolvidas e não penso no bispo, nem em religião, é importante q torçamos pela recuperação da criança.
Um bjo bem grande e obrigada pelo comentário.