quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Sobre o Ensaio sobre a Cegueira

Acabei de ler um livro maravilhoso, Ensaio sobre a cegueira, de José Saramago, quem me indicou esse livro foi o Raphael, o Chuck, um grande amigo.
O livro trata não só da cegueira como diz o título, mas a que ponto pode ir a miséria humana em dada condição, mostra a humanidade por trás das máscaras, pois depois de um tempo sem poder ver, julga-se que não se está sendo visto e todos os pudores acabam por desaparecer com as imagens. Se os olhos são as janelas da alma, sem ver todos são como almas penadas vivendo no inferno da própria humanidade, na Terra.
O autor segue uma forma muito pessoal de escrita, onde não se encontram pontuações quando as personagens se manifetam e nem as personagens tem nomes, apenas são descritas por alguma característica particular, mas por ser um livro bem ativo e muito envolvente fica bem fácil se familiarizar com elas. Também é escrito em português de Portugal, mas não difere muito do nosso português, apenas parece um pouco mais formal.
Esse foi o primeiro livro do Saramago que eu li, mas já separei outro do mesmo autor, chamado História do Cerco de Lisboa, que eu não vejo a hora de começar a ler.
Ah, e se alguém que estiver por aqui quiser algum livro é só passar aqui no meu pedaço, pois eu trouxe vários livros do Brasil.
Aah! e para quem estiver no Brasil (ou conseguir baixar) eu indico o documentário Janela da Alma, que trata da visão e conta com o relato de várias pessoas ilustres incluindo o próprio José Saramago.

2 comentários:

Eliane disse...

Como é bom ter uma amiga tão culta!
Legal, esse Ensaio sobre a Cegueira, acho que reproduz um pouco sobre nós, pobres mortais, com nossas vidas, máscaras e buscas interiores.
Bom resto de semana para vc.
Bjs, Eliane.

Soraya Cruz Wallau disse...

Brigadão Eliane! Pra vcs tbm! Bjinhos.