segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Apaixonada!

Na quinta o pequeno faz 6 anos e é engraçado como a gente vai percebendo como eles vão crescendo, ao mesmo tempo que aumentam as mal-criações, a gente consegue ensinar com mais facilidade, agora a gente já tem uma conversa um pouco menos abstrata, o que dá uma satisfação gigante, pois é sinal de que todos nós estamos evoluindo como ser humano. Eu estou me sentindo o próprio Dr. Frankstein, vendo a minha criação tomando vida, mas com a diferença de que o meu é de verdade. hahaha.
Acho que eu sou meio louca, mas quem não sabe disso, porque cada vez que eu vejo o meu pequeno amo mais a humanidade e cada vez mais acredito nela, eu consigo enxergar as possibilidades do bem cada vez que eu ensino o meio filhote, cada vez que eu largo as minhas coisas para dar um minuto de atenção pra ele, tenho certeza de que ele está se tornando melhor por isso.
Agora ele está sendo alfabetizado e trás para casa 4 livros por dia, pois ele faltou durante um mês, então temos que correr atrás da bola. Os livros são bem simples, mas pra ele parecem estar escritos em grego, um sacríficio gigante, mas a gente tem tentado e o mais gostoso é saber como ele enxerga o que está tentando ler, como ele diz: parecem apenas letras, não dá pra juntar tudo ainda, mas a gente tem tentado, vamos persistindo, junto com isso eu também tenho lido um livro, na verdade uma bíblia do desenvolvimento infantil, Ellen Bee, que pra mim é a mestra nesse assunto.
Sou muito feliz por ter o meu filhote e pela possibilidade que ele me dá todos os dias de ser uma pessoa melhor e mais inteligente!
Espero do fundo do coração que todas as mães que leem esse blog, ou as futuras mães, consigam ver que o tempo que nós somos mães e, muitas vezes temos de parar de trabalhar, não é um tempo perdido, pois é o tempo em que nós nos especializamos em humanidade.

4 comentários:

Daniela disse...

Acredito que essa nossa entrega para dar atenção transmite carinho e segurança aos nossos pequenos e com certeza faz diferença.
Ter filho é isso...amor incondicional !!!!

Soraya Cruz Wallau disse...

Obrigada Daniela! Sim, é amor, maior do mundo!

Rogério disse...

Nossa crianças realmente nos deixam maravilhados!!!

A partir dos três anos começam as várias tiradas "felomenais!!".

Sobre o ensaio sobre a cegueira você já viu o filme?

Grande abraço!

rogério

Soraya Cruz Wallau disse...

Oi Rogério, o melhor dos nossos filhotinhos é q a nossa admiração só aumenta.
Sobre o filme, eu não assisti ainda, mas estou louca pra assistir.
Brçs!