sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Às vezes, me dá uma vontade incontrolável de arrumar o mundo, só que é difícil ou impossível, mas arrumar a vida de pessoas que a gente gosta não é tão difícil assim, só é complicado quando a pessoa vê uma opinião diferente como algo que vai contra ela, e é exatamente esse o problema que estou vivenciando.
A minha família é super passional, chora atoa, ri alto, fala besteira e se abraça, tudo ao mesmo tempo, um verdadeiro hospício mexicano.
Bom, desde que eu cheguei estamos tentando arrumar umas pendências, deixar clara a visão de cada um, apontar erros e achar soluções, mas o negócio é que parece que cada um tá falando de uma coisa, uns falam de empresa, outros falam de filhos e outros de gastos com faculdades, já pensou que conversa de louco, e o pior é que a minha opinião sempre parece a que difere de todos, acho que por eu estar morando longe, tenho uma visão do lado de fora.
Bom, acho que esse post também está parecendo um papo de louco, né?! Mas o negócio é assim, meu pai tem uma empresa e nós temos que conversar sobre ela, modernizar, achar as falhas, etc. Conversa essa que vem acontecendo desde o Canada, por telefone e que me rendeu boas noites sem dormir.
Também tenho conversado sobre a minha sobrinha, quem vem passando por uma crise de identidade por conta da separação, e os problemas da minha princesa me afetam dos pés a cabeça. O duro é provar pra esses malucos que ir em psicologo não é coisa pra louco e, sim pra não ficar louco.
Junto com tudo isso tentar ignorar as opiniões ignorantes sobre o fato de você gostar de ler, escrever, pesquisar, fotografar, porque as pessoas acham que você está se alienando, sem perceber o quanto você está enriquecendo.
Ainda bem que hoje é sexta-feira e eu devo ir para outra baladinha estranha dar umas risadas.
O Raw tá fazendo a maior falta!!!

4 comentários:

Eliane disse...

Soraya, há alguns atrás, quando comecei a fazer terapia, eu era a louca da família rsrsrs.
Hoje, a minha família acha que tenho uma cabeça legal e que sou uma pessoa bem resolvida rsrsrs.
Vai entender esse mundo cão. As vezes não adianta tanto desgaste, cada um tem seu tempo, tem gente que passa a vida toda dando murro em ponta de faca e não aprende, o duro é saber que são pessoas que nos são caras. Cuide de vc, tente não sofrer.
Bjs, Eliane. ( vc tem uma cabeça muito boa hehehe)

Soraya Cruz Wallau disse...

Ah, Eliane, acho q só vc me entende, pq pra uns eu sou louca demais, pra outros séria demais, vai entender...Bjinhos e muito obrigada.

Ingrid Mello disse...

Adoro fazer terapia, fiz durante quase um ano e agora que me mudei de cidade me faz uma falta danada. Posso afirmar com todas as letras que cresci muito como pessoa e aprendi a ver certas situaçoes de outra forma.
Mas, nao se preocupe, minha família sempre me achou "a louca" assumindo a identidade quando comecei a fazer terapia... hj tá todo mundo querendo fazer...rs...
As pessoas sao diferentes e acho que é muito importante saber peneirar as opinioes ao nosso respeito. Siga seu caminho e procure sua felicidade... o resto é o resto, né?
Bjssssss

Soraya Cruz Wallau disse...

Oi INgrid, brigadão pelo apoio. Bjos!!!